Breve Resumo Histórico

Já em 922 o rei D.Ordonho II de Castela e Leão doou Cambra ao bispo D. Ordonho e ao mosteiro de Crestuma. Segundo alguns estudiosos, na altura da fundação da monarquia portuguesa, Macieira de Cambra pertencia ao bispado de Mérida, passando mais tarde para os bispos de Coimbra e no século XIV passou a fazer parte das terras de Santa Maria por doação a Fernão Pereira. Só em 1510, no dia 10 de fevereiro é que D.Manuel I concede Foral a Macieira de Cambra, sede do concelho até 30 de dezembro de 1926. É provável que lhe tenha sido concedido Foral no princípio da nacionalidade, mais precisamente no reinado de D.Sancho I, já que no foral de D.Manuel se fazem referências ao maço de 5 forais antigos. Os documentos dos primeiros forais desapareceram durante a primeira Invasão Francesa. Assim a terra de Cambra embora tivesse como donatários os Pereiras, constituía um senhorio distinto. Quando da extinção desta família passaram as terras de Cambra para a Casa do Infantado. O Concelho de Cambra da era moderna foi criado por decreto de 16 de maio de 1832.A 10 de dezembro de 1867 foi suprimido e anexado a Oliveira de Azeméis. Sendo de novo suprimido mais tarde, é anexado a Oliveira de Azeméis a 21 de novembro de 1895. A 13 de janeiro de 1898 volta a ser independente até 31 de dezembro de 1926. Pelo decreto 12.976 foi extinto o concelho de Macieira de Cambra e foi transferida a sede para o lugar da Gandra de Vila Chã, passando o Concelho e a povoação a denominar-se Vale de Cambra. A Freguesia de Salvador de Rôge era pertencente às terras de Macieira de Cambra, que foram priorado da apresentação dos condes da Feira. Passou a fazer parte das terras de S.Maria por doação a Fernão Pereira (pai do primeiro conde da Feira) e liga-se desta forma a estirpe de Cambra aos senhores da Feira, linhagem iniciada por D.Afonso Annes casado com D.Urraca Peres. O lugar de Rôge era da ordem de Avis, de mosteiros e de igrejas e dava-se aí a fossadeira à coroa sendo no mais honrado por fidalgos filhos e netos de Nuno Peres. Rôge passou a ser da Comarca de Esgueira em 1527 e passou sucessivamente para as comarcas de Estarreja, Arouca e Oliveira de Azeméis. Existe também uma referência escrita a um dos lugares da freguesia – Soutêlo que surge num documento medieval anterior à fundação da nacionalidade numa doação feita no ano de 924. Quanto a Sandiães era uma honra que abrangia os lugares de Soutêlo e Pedre e bens de mosteiro, igrejas e nobres, especialmente a “a quintã” que fora de João Cambra e de Fernão Cambra.

EVENTOS

Notícias

Festas em Honra de Santa Ana e São Joaquim

26 de Julho de 2018

Programa das Festas em Honra de Santa Ana e São Joaquim, que se vai realizar nos dias 26, 27, 28, 29 e 30 de Julho. Local: Sandiães - Roge - Vale de Cambra

Festas em Honra de Santa Helena da Cruz

20 de Julho de 2018

Programa das Festas em Honra de Santa Helena da Cruz, que se vai realizar nos dias 20, 21 e 22 de Julho. Santa Cruz, Rôge / Macieira de Cambra

FOTOGRAFIAS

FALE CONNOSCO

Nome*

Morada

Localidade

Cód. Postal

* Campos Obrigatórios

Email*

Telefone*

Mensagem*

Email

geral@jf-roge.pt

Fax

+351 256 484 243

Telemóvel

+351 934 698 181

Telefone

+351 256 404 138

Morada

Rua de Santa Isabel N. 573
Moreira - Rôge
3730-379 Vale de Cambra
Aveiro
Portugal